Browse By

Terceiro ‘Capitão América’ dá dicas do futuro da Marvel no cinema

Uma das produções mais aguardadas de 2016, “Capitão América: Guerra Civil”, terceiro filme solo do supersoldado da Marvel, ganhou seu primeiro trailer ontem. O vídeo é apenas um aperitivo do que o estúdio prepara para um de seus personagens mais importantes e dá dicas do que está por vir no seu Universo Cinematográfico.

Logo na primeira cena – a mesma mostrada nos créditos de “Homem-Formiga” -, vemos Steve Rogers (Chris Evans) se encontrando com Bucky Barnes (o Soldado Invernal, vivido por Sebastian Stan). O amigo de Rogers, no entanto, está sendo perseguido, acusado de um atentado terrorista envolvendo os super-humanos (vistos em Vingadores: Era de Ultron).

No 'time' Capitão América estão Bucky, Falcão, Feiticeira Escarlate e Homem-Formiga. Visão é uma dúvida

No ‘time’ Capitão América estão Bucky, Falcão, Feiticeira Escarlate e Homem-Formiga. Visão é uma dúvida

A descoberta de humanos modificados deixa a humanidade em alerta, e os holofotes acabam se virando, também, para os herois. O general Thaddeus Ross (William Hurt) diz a Rogers que “o mundo não tolera” mais que os super-humanos continuem sem supervisão. Para ajudar Bucky, ele se rebela contra as ordens dadas pelo governo, e acaba sendo perseguido também.

Os eventos mostrados em “Era de Ultron” fazem com que o governo crie o “Tratado de Sokóvia”, que tem autonomia de controlar os super-herois. O documento é o equivalente, no filme, a “lei de registo super-humano”, mostrada nos quadrinhos nos quais o filme se inspira.

Assim, com Capitão América e aliados tidos como fugitivos, o governo precisa de alguém para caça-los. E como enfrentar um time de super-herois senão com outros super-herois? É assim que Tony Stark, o Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) entra no filme, iniciando uma batalha com o até então aliado.

Num dos melhores momentos do trailer, Capitão América e Bucky enfrentam o Homem de Ferro, numa luta fervorosa. Além disso, Roger diz que precisa proteger seu amigo (Bucky). A resposta de Stark é de cortar o coração: “Eu também era [seu amigo]”. Fica claro, aqui, que os Vingadores devem se separar a partir de “Capitão América: Guerra Civil”, e só devem se reunir novamente em “Vingadores: Guerra Infinita – Parte 2”, que será lançado em 2019.

Bucky e Steve Rogers enfrentam Tony Stark

Bucky e Steve Rogers enfrentam Tony Stark

Quem leu a saga Guerra Civil nos quadrinhos, percebeu que o trailer traz pouco daquele clima e dos momentos vividos nas páginas. Normal, até porque o Universo Cinematográfico da Marvel não possuiu todos aqueles personagens já apresentados. Nas HQ’s, por exemplo, estão personagens como Quarteto Fantástico e Golias. Na publicação, os herois se enfrentam devido à já citada “lei de registo”, que busca identificar todos os super-humanos. Nessa ocasião, Capitão América é contrário à regulamentação; Tony Stark, favorável.

Além disso, o trailer não mostrou a participação de um personagem bastante querido – e importante na Guerra Civil: Homem-Aranha. Claro que a Marvel iria segurar esse suspense o máximo possível. No entanto, quem aparece, de maneira bem tímida, é o Pantera Negra, novo personagem que deve ganhar um longa inédito em breve.

E você, o que achou do trailer?

Comments

comments